Mofo e qualidade do ar interno: 3 espécies comuns de Aspergillus

25 de maio de 2023

Aspergillus é um gênero de fungos. Recebeu esse nome devido ao seu formato semelhante a um aspergillum , que é um utensílio utilizado em cerimônias religiosas. Juntamente com Penicillium e Cladosporium, é o tipo mais comum de bolor interno e um dos mais bem estudados. No entanto, também causa uma série de problemas de saúde quando inalado.

Existem mais de 180 espécies diferentes no gênero Aspergillus. Abaixo estão 3 dos mais comuns.

Aspergillus fumigatus

Aspergillus fumigatus , derivado da palavra latina para “fumaça”, é a causa mais comum de infecções fúngicas perigosas em humanos.

Existem várias razões para isso:

  1. Os esporos de A. fumigatus são facilmente dispersos, mesmo pelas menores correntes de ar.
  2. Esses esporos são resistentes à radiação ultravioleta, devido à presença de melanina em suas paredes celulares, que lhes oferece proteção contra a resposta imune humana.
  3. Seus esporos têm o tamanho e a estrutura química perfeitos para penetrar profundamente nos pulmões e aderir a eles.

Existem 2 outros possíveis contribuintes para a natureza infecciosa do A. fumigatus:

  1. Desenvolveu resistência aos azóis (uma variedade de medicamentos antifúngicos).
  2. Produz micotoxinas responsáveis ​​por causar “infecções repetidas encontradas entre os habitantes de edifícios com problemas de umidade”.

Aspergillus niger:

Aspergillus niger , comumente conhecido como mofo preto, vem da palavra latina para “negro”. Este fungo é usado para gerar grandes quantidades de ácido cítrico e criar enzimas que são usadas na produção de alimentos e biocombustíveis. Também ajuda a proteger o meio ambiente, pois pode ser usado para remover corantes químicos da água. No entanto, esses benefícios não negam o fato de que o mofo preto é o mais prejudicial de todos os mofos encontrados em ambientes fechados.

Aspergillus versicolor

Como o mofo preto, o Aspergillus versicolor produz alguns compostos muito interessantes, incluindo metabólitos anticancerígenos que contribuíram para a pesquisas sobre o câncer. Também pode ser útil para remover chumbo de águas residuais industriais. Por outro lado, o A. versicolor é um gerador prolífico de gases VOC microbianos, que podem causar “dores de cabeça, falta de concentração, desatenção e tontura”. Também causa uma série de infecções cutâneas e oculares porque produz esterigmatocistina, que pode ser um imunossupressor.

O que eles têm em comum

Todas as três espécies de Aspergillus compartilham certas características.

  1. Os esporos de Aspergillus podem desencadear alergias e asma. Isso significa que, por mais úteis que sejam, você não quer que as colônias prosperem dentro de casa ou do escritório.
  2. Os esporos de Aspergillus estão por toda parte. Você respira esporos de Aspergillus todos os dias. O objetivo não é a eliminação – mas a redução.
  3. Muitos esporos de Aspergillus podem causar doenças. Aspergilose refere-se a um espectro de doenças causadas por Aspergillus variando de sensibilidade respiratória moderada a uma infecção grave.

Como a Ecoquest gerencia o mofo

Testamos com sucesso a tecnologia ActivePure (fotocatálise avançada) contra A. nigerA. versicolor. Um dispositivo contendo uma geração anterior de fotocatálise avançada foi capaz de reduzir a concentração de A. versicolor nas superfícies em 84,1%.

De maneira ainda mais impressionante, os dispositivos com a tecnologia atual neutralizam 99,9% dos esporos de A. niger no ar em 30 minutos.

Fale com a Ecoquest para mais informações sobre como reduzir com eficácia o mofo em ambientes fechados.

Logo Ecoquest

A Ecoquest

Somos uma empresa com ampla experiência em soluções para tratamento do ar interno e do ar de exaustão, construindo histórias de sucesso em diferentes segmentos do mercado.

Artigos Relacionados

Banheiros em Shopping Centers: Soluções Eficientes para Neutralização de Odores

Shopping Centers: como neutralizar odores nas centrais de descarte

Agência ambiental americana endurece leis de qualidade do ar

Inscreva-se em Nossa Newsletter

Ao se inscrever você concorda com os termos da Política de Privacidade